Incorporação Imobiliária: declaração de vagas de garagem

01/06/2021

É muito importante que o advogado especializado em direito Imobiliário conheça os documentos necessários para registrar a Incorporação Imobiliária No registro Geral de Imóveis (RGI) correspondente a localização do imóvel.

Um desses documentos é a declaração de vaga de garagem. A vaga de garagem é sem sombra de dúvida, um dos maiores problemas que serão enfrentados pelo Condômino.

É preciso traçar a estratégia correta, pois ela facilitará a venda das frações ideais dos imóveis na planta. Muitos dos potenciais compradores abandonam a transação imobiliária quando verificam que a vaga da garagem não atende aos seus interesses.

Muitos incorporadores preferem utilizar as vagas privativas autônomas, ou seja, aquelas que possuem uma matrícula específica e registrada no RGI em separado do futuro apartamento. falam que será mais fácil vender as unidades, pois o futuro comprador poderá escolher e comprar a vaga no empreendimento que melhor atenda os seus interesses

Contudo, outros Incorporadores preferem utilizar o sistema de vaga privativa, porém que já esteja vinculada a fração ideal, ou seja, ao futuro apartamento, pois desse modo, ficariam livre do aborrecimento da discussão de qual vaga de garagem os compradores irão querer, pois já estarão, previamente, definidas. neste caso, a vaga será registrada juntamente com a fração ideal no RGI.

Entretanto, outros Incorporadores preferem utilizar o sistema de vaga comum, ou seja, que não exista uma definição de qual vaga ele terá direito, Este será o caso de um Incorporador que vai construir muitos blocos de apartamentos e existirá uma área muito grade e externa ao prédio, ou seja, área descoberta.

Dessa forma, cada Incorporador irá definir a sua estratégia segundo a sua experiência de venda com o seu público específico. É preciso relembrar que caso a área da vaga de garagem seja classificada como sendo comum, então irá reduzir a fração ideal e trará problemas, caso seja necessário realizar um financiamento junto a um banco, a fim de receber o aporte financeiro para construir as unidades.

Fonte: www.eduleioes.com.br.